27 de abr de 2009

Na esfera íntima

“Cada um administre aos outros o dom como o recebeu,
como bons dispensadores da multiforme graça de Deus.”
(I Pedro, 4:10).

A vida é maquina divina da qual todos os seres são peças importantes, e a cooperação é o fator essencial na produção da harmonia e do bem para todos.

Nada existe sem significação.

Ninguém é inútil.

Cada criatura recebeu determinado talento da Providência Divina para servir no mundo e para receber do mundo o salário da elevação.

Velho ou moço, com saúde do corpo ou sem ela, recorda que é necessário movimentar o dom que recebestes do Senhor, para avançares na direção da Grande Luz.

Ninguém é tão pobre que nada possa dar de si mesmo.

O próprio paralítico, atado ao catre da enfermidade, pode fornecer aos outros paciência e a calma, em forma de paz e resignação.

Não olvides, pois, o trabalho que o Céu te conferiu e foge à preocupação de interferir na tarefa do próximo, a pretexto de ajudar.

Quem cumpre o dever que lhe é próprio, age naturalmente a beneficio do equilíbrio geral.

Muitas vezes, acreditando fazer mais corretamente que os outros o serviço que lhes compete, não somos senão agentes de desarmonia e perturbações.

Onde estivermos, atendendo com diligência e nobreza à missão que a vida nos oferece.

Lembra-te de que as horas são as mesmas para todos e de que o tempo é o nosso silencioso e inflexível julgador.

Ontem, hoje e amanhã são três fases do caminho único.

Todo dia é ocasião de semear e colher.

Observemos, assim, a tarefa que nos cabe e recordemos a palavra do Evangelho: _ “Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons dispensadores da multiforme graça de Deus”, para que a graça de Deus nos enriqueça de novas graças.

Francisco Cândido Xavier
Pelo Espírito Emmanuel

Que sábia mensagem que me fez refletir muito. Eu costumo ser muito exigente comigo mesma, consequentemente, espero também muito dos outros. E o amoroso Chico inspirando-se na fonte do iluminado Emmanuel nos traz uma profunda lição: Lembra-te de que as horas são as mesmas para todos e de que o tempo é o nosso silencioso e inflexível julgador.

Fazendo-nos lembrar, que cada um tem seu próprio ritmo e aprende dentro do tempo certo. O que chegar para mim, em termos de aprendizado, em um determinado período, chegará para o meu semelhante na próxima estação ou vice-versa.

Beijos na Alma

Bibliografia Indicada:
Fonte Viva- ditado pelo Espírito Emmanuel, psicografado por Francisco Cândido Xavier, pg.325
Imagem: http://www.dreamstime.com/free-images

2 comentários:

  1. Bela mensagem... é tempo de reflexão Simone?

    Aproveito para agradecer o comentário feito n'Ocappuccino. Teus comentários são os melhores. Aliás, não quer ser uma colaboradora do blog? Pra nós seria uma grande honra.

    Abraços,
    Mateus d'Ocappuccino

    ResponderExcluir
  2. Pois éh Mateus, estou numa fase reflexiva...
    Obrigada pelo convite para ser colaboradora do Blog Ocappucino, seria uma honra fazer parte desse time de sucesso. Prometo que vou pensar e amadurecer a idéia.
    Abraços,

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim. Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Anjos do Toque

Toques Iluminados e Amigos