5 de jun de 2009

A velha casa

A velha casa onde morei, me acolheu,
o seu teto abrigou-me da chuva e do sol,
suas paredes protegeram-me do frio e do calor.

Suas janelas permitiram entrar o ar para refrescar-me,
o seu assoalho frio deixou-se pisar por anos,
e nunca reclamou.

Suas paredes guardam segredos jamais revelados,
o seu quarto me esquentou nas noites frias de inverno,
quando chorei na solidão...
e nas noites quentes , quando, apaixonadamente,
entreguei-me aos gemidos de prazer.

A sua varanda viu olhares de cobiça e admiração,
a sua porta se abriu para os amigos e
a sua sala acolheu inimigos.

A velha casa já presenciou de tudo o que podia;
A velha casa já viu nascer e morrer...
A velha casa já viu: a dor, a alegria e o amor...

Simone Anjos
Em um momento de nostalgia...
Imagem: http://www.dreamstime.com/house-imagefree

3 comentários:

  1. Post down, mas curti, pois me levou a minha infância. Também tenho lembranças de minha casa na Rua Velha, no Recife. Era um tempo fantástico, onde as pessoas eram mais solidárias. Vivíamos melhor que nos tempos atuais.
    Tenha belo fim de semana.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Guginha,
    É isso mesmo, lembra-me a casa onde vivi a minha infância e adolescência. Bate uma saudade! O Post é bem nostálgico, reflete a fase atual que estou passando...
    Beijos da alma

    ResponderExcluir
  3. Muito bacana... teu post me fez recordar muitas coisas de minha vida... adorei!!

    Beijos ;)

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim. Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Anjos do Toque

Toques Iluminados e Amigos