28 de set de 2009

Espiritualmente Genial
















Moral da história:
Nada nesta vida é por acaso!
Muitas vezes, queremos nos livrar da "cruz" que nos é dada.
Mas, para tudo tem um 'para quê' e um 'por quê'...
Deus nunca nos manda algo que não possamos suportar.

E se formos abreviar estes caminhos, certamente teremos problemas!

(Desconheço o autor)

26 de set de 2009


... Determinadas pessoas causam uma mudança assustadora em nossos sentimentos quando as encontramos pela primeira vez. Tal mudança provoca um calor estranho em nosso corpo e em nosso coração.

Esse calor cresce conforme pensamos na pessoa; e como não deixamos de pensar nem um minuto em quem passou a viver em nosso coração, o calor esquenta o sentimento que ficou adormecido quando reencarnamos, e ao esquentá-lo o faz ressurgir, demonstrando que essa pessoa verdadeiramente faz parte da nossa parentela espiritual.

Quando a reencontramos, desejamos que ela nos dê atenção e comece a fazer parte da nossa atual encarnação, como fez em outras encarnações passadas...

(Trecho do Romance Espírita “Só o amor explica”, pg. 62– Pelo Espírito Sulamita, Psicografado por Roberto Diógenes)

Imagem from http://free2use.it/

23 de set de 2009


É importante, sempre, saber quando termina uma etapa da vida. Se você insiste em permanecer nela, além do tempo necessário, perderá a alegria e o sentido de tudo o mais. Encerrando ciclos, fechando portas, ou encerrando capítulos, como queira chamar, o importante é poder encerrá-los, deixando ir momentos da vida que se concluíram.

Você pode passar muito tempo de seu presente remoendo os porquês, tentando devolver a cacetada que levou, ou mesmo procurando entender por que aconteceu tal fato em sua vida. O desgaste vai ser infinito, pois, na vida, você, seus amigos, seus filhos, seus irmãos, todos temos de ir encerrando capítulos, virando a página, concluindo etapas ou momentos da vida e seguir adiante.

Não podemos estar no presente com saudades do passado. Nem sequer perguntando-nos por quê? O que passou, passou, e temos que soltar, desprender, não ficar presos ao que passou. Não podemos ser crianças eternas, nem adolescentes tardios, nem empregados de empresas que já não existem, nem ter vínculos com quem não quer estar vinculado a nós. Não! Os fatos passam e temos que deixá-los ir!

Por isso, às vezes é importante destruir recordações, livrar-se de presentes, mudar de casa, rasgar papéis velhos, desfazer-se de livros ou de objetos que são desnecessários. As mudanças externas podem simbolizar processos interiores de superação. Deixar ir, soltar, desprender-se.

Na vida ninguém joga com cartas marcadas, e temos que aprender a perder e a ganhar. Temos que deixar ir, virar a página, viver só o presente. O passado já passou.

Não espere que lhe devolvam o passado, não espere reconhecimentos, não espere que em algum momento se dê conta de quem é você. Solte o ressentimento. Ligar seu televisor pessoal para retornar ao assunto só vai causar-lhe dano mental, envenená-lo, amargurá-lo. Apesar de o tempo não ser linear, a vida está para frente, nunca para trás.

O que passou deve servir apenas para que continuemos a viver com mais sabedoria. Se você anda pela vida deixando portas abertas, nunca poderá desprender-se nem viver o hoje com satisfação.

Noivados ou amizades que não se fecham, possibilidades de regressar para quê? Necessidade de esclarecimentos, palavras que não se disseram, silêncios que o invadiram: se puder enfrentá-los já e agora, faça-o! Se não, deixe-os ir, encerre os capítulos. Diga a você mesmo que não, que não deve voltar. Mas não por orgulho, nem por soberba, mas porque você já não se encaixa aí, nesse lugar, nesse coração, nessa habitação, nessa morada, nesse escritório ou nessa profissão. Sua freqüência agora é outra.

Você já não é o mesmo que foi há dois dias, há três meses, há um ano. Portanto, não há porque voltar. Feche a porta, vire a página, encerre o ciclo. Nem você será o mesmo, nem as circunstâncias seriam as mesmas, porque na vida nada se mantém quieto, nada é estático.

É saudável mentalmente ter amor por você mesmo, desprender-se do que já não está em sua vida. Recorde-se de que nada, nem ninguém, é indispensável.

Nenhuma pessoa, nem um lugar, nem um trabalho, nada é vital para viver, porque quando viemos a este mundo chegamos sem qualquer adesivo ou etiqueta. Portanto, é apenas costume viver apegado a um adesivo ou etiqueta.

E é um trabalho pessoal aprender a viver livre, sem o adesivo ou etiqueta humano ou físico que hoje dói, deixar ir.

Mas encerre, feche, limpe, jogue fora, oxigene, desprenda-se, sacuda, solte. Existem muitas palavras que significam saúde mental, e qualquer que seja a que você escolha o ajudará definitivamente a seguir adiante com tranqüilidade.

Esta é a vida.

A felicidade é a conquista do sucesso interior. Sentir-se realizado, feliz, amado e próspero é uma ambição natural de todos nós. Todavia, só conseguiremos chegar ao topo, se tivermos o otimismo audacioso de confiar nos poderes do invisível. Sob proteção do amor do Universo, seguirmos para frente sem medo de viver.

(Autoria: Zibia Gasparetto)

22 de set de 2009

Homens Maduros

Há uma indisfarçável e sedutora beleza
na personalidade de muitos homens
que hoje estão na idade madura.
É claro que toda regra tem suas exceções,
e cada idade tem o seu próprio valor.
Porém, com toda a consideração e respeito
às demais idades, destacaremos aqui
uma classe de homens que são
companhias agradabilíssimas:
Os que hoje são quarentões,
cinquentões e sessentões.

Percebe-se com uma certa facilidade,
a sensibilidade de seus corações,
a devoção que eles têm pelo que
há de mais belo: O sentimentalismo.
Eles são mais inteligentes, vividos,
charmosos, eloqüentes. Sabem o que falam,
e sabem falar na hora certa. São cativantes,
sabem se fazer presentes, sem incomodar.
Sabem conquistar uma boa amizade.

Em termos de relacionamentos,
trocam a quantidade pela qualidade,
visão aguçada sobre os valores da vida,
sabem tratar uma mulher com respeito e carinho. São homens especiais, românticos, interessantes e atraentes pelo que possuem na sua forma de ser, de pensar, e de viver. Na forma de encarar a vida, são mais poéticos, mais sentimentais, mais emocionais e mais emocionantes.

Homens mais amadurecidos
têm maior desenvoltura no trato
com as mulheres, sabem reconhecer
suas qualidades, são mais espirituosos,
discretos, compreensivos e mais educados.

A razão pela qual muitos homens maduros
possuem estas qualidades maravilhosas
deve-se a vários fatores:
A opção de ser e de viver de cada um, suas personalidades, formação própria e familiar, suas raízes, sabedoria, gostos individuais, etc... Mas eu creio que em parte, há uma boa parcela
de influência nos modos de viver de uma época, filmes e músicas ouvidas e curtidas deixaram boas recordações de sua juventude. Um tempo não tão remoto, mas que com certeza, não volta mais.

Viveram sua mocidade (época que marca a vida de todos nós)
em um dos melhores períodos do nosso tempo: Os anos 60 e 70. Considerados as "décadas de ouro" da juventude, quando o romantismo foi vivido e cantado em verso e prosa.

A saudável influência de uma época, provocada por tantos acontecimentos importantes, que hoje permanecem na memória e que mudaram a vida de muitos.

Uma época em que o melhor da festa era dançar coladinho, e namorar ao ritmo suave das baladas românticas. O luar era inspirador, os domingos de sol eram só alegrias.
Ouviam Beatles, Johnny Mathis, Roberto Carlos, Antônio Marcos, The Fevers, Golden Boys, Bossa Nova, Morris Albert, Jovem guarda e muitos outros que embalaram suas "Jovens tardes de domingo, quantas alegrias!
Velhos tempos, belos dias."

Foram e ainda são os homens que mais
souberam namorar: Namoro no portão, aperto de mão, abraços apertadinhos, com respeito e com carinho.
Olhos nos olhos tinham mais valor...
A moda era amar ou sofrer de amor.

Muitos viveram de amor...
Outros morreram de amor...
Estes homens maduros de hoje,
nunca foram homens de "ficar".
Ou eles estavam namorando firme,
ou estavam na "fossa", ou estavam sozinhos. Se eles "ficassem",
ficariam para sempre... ao trocar alianças com suas amadas.

Junto com Benito de Paula, eles cantaram a "Mulher Brasileira, em primeiro lugar!"
A paixão pelo nosso país, era evidente quando cantavam:
" As praias do Brasil, ensolaradas, no céu do meu Brasil,
mais esplendor... A mão de Deus abençoou,
Mulher que nasce aqui, tem muito mais Amor...
Eu te amo, meu Brasil, Eu te amo...
Ninguém segura a juventude do Brasil..."

A juventude passou, mas deixou gravado neles, a forma mais sublime e romântica de viver. Hoje eles possuem uma "bagagem" de conhecimentos, experiências, maturidade e inteligência que foram acumulando com o passar dos anos.

O tempo se encarregou de distingui-los dos demais: Deixando os seus cabelos
cor-de-prata, os movimentos mais suaves, a voz pausada, porém mais sonora.
Hoje eles são homens que marcaram uma época.

Muitos deles hoje dominam com habilidade e destreza essas máquinas virtuais, comprovando que nem o avanço da tecnologia lhes esfriou os sentimentos, pois ainda se encantam com versos, rimas, músicas e palavras de amor.
Nem diminuiu-lhes a grande capacidade de amar, sentir e expressar os seus sentimentos. Muitos tornaram-se poetas, outros amam a poesia.

Por que o mais importante não é a idade denunciada nos detalhes de suas fisionomias, e sim os raros valores de suas personalidades.
O importante é perceber que os seus corações permanecem jovens...

São homens maduros, e que nós, mulheres de hoje, temos o privilégio de poder admirá-los.
(Texto de Zélia Gatai)
Nota: Achei o texto da saudosa Zélia Gatai muito interessante ao descrever com tanta propriedade o encanto dos homens maduros, com todo respeito aos jovens que, um dia também chegarão lá.
Beijos na Alma,
Imagem Google

15 de set de 2009


A poesia nos transporta para lugares mágicos que, podem estar no passado, presente ou porvir. Hoje, ao mexer no que chamo de “minha caixinha de lembranças” encontrei um cartão que recebi de uma pessoa querida, com um belíssimo poema do genial Pablo Neruda, o qual transcrevo na íntegra. Tenho certeza que você vai viajar nesses versos:

Tus Manos,

Cuando tus manos salen
amor, hacia las mías,
qué me traen volando?


Por qué se detuvieron
en mi boca, de pronto,
por qué las reconozco
como si entonces, antes,
las hubiera tocado,
como si antes de ser
hubieran recorrido
mi frente, mi cintura?

Su suavidad venia
volando sobre el tiempo,
sobre el mar, sobre el humo,
sobre la primavera,
y cuando tú pusiste
tus manos en mi pecho,
reconocí esas alas
de paloma dorada,
reconocí esa greda
y ese color de trigo.

Los años de mi vida
yo caminé buscándolas.
Subí las escaleras,
crucé los arrecifes,
me llevaron los trenes,
las aguas me trajeron,
y en la piel de las uvas
me pareció tocarte.
La madera de pronto
me trajo tu contacto,
la almendra me anunciaba
tu suavidad secreta,
hasta que se cerraron
tus manos en mi pecho
y allí como dos alas
terminaron su viaje.

(Pablo Neruda – Colección de Poemas)


Sempre é bom celebrar o amor: o eterno, o efêmero, o que já passou e feneceu ou o que está para chegar.

Beijos na alma,
Simone Anjos

Imagem from http://free2use.it/


13 de set de 2009

SELO: SOMOS TODOS IRMÃOS



Recebi este selo "SOMOS TODOS IRMÃOS”, da amiga Maria José do blog http://arcadoconhecimento.blogspot.com/
Essa corrente solidária de amor, igualdade e fraternidade me faz lembrar um texto de Sonia Café:
“(...) O que nos motiva pode ser um intenso e ardente desejo de amar e ser amado, uma expressão consciente de amor fraterno e amigo ou um amor abrangente e incondicional que podemos permitir que flua através de nós para tudo e para todos (...)”. Afinal SOMOS TODOS IRMÃOS.

Fiquem a vontade para levar o selo e espalhar essa corrente de amor entre os seus amigos.

Beijos na Alma,

Simone Anjos

Literatura Indicada:
Café, Sonia – O Livro das Atitudes, pg.25.

11 de set de 2009


Setembro chegou,
tudo fica mais alegre,
colorido...

Saem as sombras,
chega a luz,
o brilho...

Mês que, de repente, olhares se cruzam,
corações disparados,
respiração acelerada...

cheiros,
corpos se atraem
se unem...

Setembro é uma boa época para se apaixonar,
para vibrar nesse nave chamada terra,
para amar...

Beijos na Alma,

Simone Anjos

Imagem by Simone Anjos

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Anjos do Toque

Toques Iluminados e Amigos