22 de abr de 2012

AFINIDADE

Afinidade é um dos poucos sentimentos  que resistem ao tempo e ao depois...

A afinidade, não é o mais brilhante, mas, é o mais sutil, delicado e penetrante  dos sentimentos.

É o mais independente também,..

Não importa o tempo, a ausência,  os adiantamentos, as distâncias,  as impossibilidades... Quando há afinidade qualquer reencontro  retorna a relação, o diálogo, a conversa, o afeto,  no exato ponto em que foi interrompido.

Ter afinidade é muito raro,  mas quando existe não precisa de códigos verbais para se manifestar. Existia antes do conhecimento, irradia durante, e permanece depois que as pessoas  deixaram de estar juntos.

Afinidade é ficar longe, pensando parecido, pensando nos mesmos fatos que impressionam, comovem ou imobilizam...

É receber o que vem do outro,  com aceitação anterior  ao entendimento.

Afinidade é sentir com, não é sentir contra,  nem sentir para, nem sentir por,  nem sentir pelo.. Sentir com, não é ter necessidade de explicar o que está sentindo,  é olhar e perceber. É mais calar do que falar, jamais explicar, apenas afirmar.

Afinidade é ter perdas semelhantes,  e iguais esperanças...

É conversar no silêncio, tanto das possibilidades exercidas, quanto nas impossibilidades vividas.

Afinidade é retomar a relação no ponto que parou, sem lamentar o tempo da separação,  porque tempo e separação nunca existiram,  foram apenas oportunidades dadas  ou tiradas pela vida.

Texto de Artur da Távora
Imagem pesquisada na web, havendo direitos autorais, favor nos avisar para darmos os devidos créditos ou a retirarmos do blog.

2 comentários:

  1. que lindo texto do artur você postou. muito bom. obrigado. abraços lamarque

    ResponderExcluir
  2. Olá Lamarque,
    Que bom que gostou. Grata pela visita e comentário. Volte sempre!
    Beijos na alma,

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim. Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Anjos do Toque

Toques Iluminados e Amigos