31 de jan de 2013

Um anjo em minha vida


E aquele moço ia caminhando pela floresta a esmo, sem rumo, como se quisesse fugir de algo ou de alguém. De repente, tropeçou em alguma coisa que lhe chamou a atenção. Era uma menininha. Estava semi-adormecida. Ela abriu os olhos e, ainda assustada, perguntou:

- É o senhor quem vai me levar?

- Levar para onde, minha querida? 

- Para algum lugar onde eu possa morar, comer e dormir.
- Como assim, garota?

- É que meu pai me deixou aqui, no meio da mata e disse que, se eu tivesse sorte, um anjo viria me buscar... Se não tivesse, ficaria aqui para sempre, até morrer de fome ou um bicho me comer.
- Seu pai fez isso com você?

- Sim... Meu pai é muito bravo. Ele bebe, fica nervoso, bate em todos lá em casa. Minha mãe, coitada, doente, só faz chorar... Quando ele vai ajudar um filho, ele bate mais nela. O senhor é o anjo?

Não, minha bonequinha, eu não sou anjo. Talvez seja, não sei. Se Deus me colocou em seu caminho pode ser que eu venha a ser o seu Anjo da Guarda.

- O que é um Anjo da Guarda, moço?

- É um... como dizer? Uma espécie de santo, uns santos pequeninos, que têm enormes asas brancas e moram no céu, junto a Deus... Para cada pessoa Deus indica um Anjo da Guarda para que vigie, tome conta, não deixe que nada de mal lhe aconteça.

- Mas, então, onde está o meu Anjo da Guarda, que me deixou sozinha neste mato e que deixou meu pai ir embora sem me levar?

- As vezes, minha menina, um anjo, lá do céu, finge que está dormindo para dar oportunidade aos homens, aqui na Terra, de fazerem o bem, ajudar alguém. Como pode ver, seu Anjo da Guarda estava olhando por você e me fez passar por este caminho que não é o meu, a fim de encontrá-la. - Como é o seu nome?

- Eu me chamo Nanda e o senhor?

- Meu nome é José Carlos, mas todos me chamam de Zezé, desde pequeno. Sabe, Nanda, eu estava muito triste e vim andar por aqui, sem saber o que fazer ou mesmo se voltaria para casa. Minha mulher está muito triste, brigou até com Deus.

-Puxa! Brigar com Deus é pecado, não é?

- É um pecado muito feio. Mas ela está desesperada porque acha que foi Deus quem levou a nossa filha embora, para o céu. Nossa filha ficou doente e, em pouco tempo, nos deixou... Minha mulher está revoltada e briga comigo toda hora. Hoje, saí de casa, desesperado, sem saber o que fazer.
- E então o senhor me encontrou?

- Sim, Nanda. Deus colocou você no meu caminho. Agora vamos pra casa. Eu não serei mais seu Anjo da Guarda. Ele já deve estar sorrindo ao ver que a salvei do perigo estou tomando conta de você... Eu serei o seu novo papai. Minha mulher vai voltar a ser feliz, não vai brigar mais comigo nem com Deus... Você será o elo entre nós três e terá em nós os seus papais de verdade: Papai do céu, minha mulher e eu aqui na Terra. Você terá outro nome, para que esqueça tudo o que passou: Regina, nossa rainha.

E assim José Carlos voltou feliz da vida, sorrindo como nunca, pois encontrou em Nanda...hummmm! Regina, uma nova razão de viver.

Essa história circula por aí e foi publicada na Revista Anjos & Orações, no 01, da Editora Escala.

Essa história nos faz refletir sobre quantas vezes, em nossas vidas, Deus envia anjos disfarçados de humanos para nos ajudar, através de gesto de carinho, de uma palavra amiga, de solidariedade, de amizade, de amor. Em um outro  post, da minha autoria: Os Anjos em minha vida , eu relato a presença dos anjos em varias situações me protegendo, velando por mim. Perceba quantos anjos Deus coloca, disfarçadamente, em nossa volta...
Beijos na alma,
Simone Anjos
Imagens pesquisadas na web, havendo direitos autorais, favor nos avisar para darmos os devidos créditos ou as retirarmos do blog.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim. Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Anjos do Toque

Toques Iluminados e Amigos