3 de jun de 2014

Iluminação

Quando você escuta pela primeira vez a palavra iluminação, muitos conceitos diferentes surgirão na sua mente. Pode ser que você pense que a iluminação é reservada para os santos, sábios, monges e para todos os outros incontáveis rótulos que são dados aos seres libertos ou aos que transcenderam o modo de vida "comum humano". Você talvez veja a iluminação como sendo um estado extraordinário que exige uma vida de constante meditação numa caverna; desse modo, você a exclui instantaneamente como opção na sua jornada espiritual. De fato, existem muitas definições, descrições e processos associados à palavra "iluminação" pela literatura filosófica e pelas religiões. Boa parte dessas informações se articula numa linguagem intelectual, complexa e desgastante, que tende a afastar o indivíduo normal, alguém como você e eu, da busca pela iluminação ou libertação. Por isso, vou expressar aqui a iluminação nos meus termos; termos simples, breves e que estão disponíveis para qualquer ser humano que caminha sobre esta Terra.

A iluminação não é algo que podemos descobrir na nossa busca externa por prazer. A iluminação não está nos bens materiais, no dinheiro, no prestígio, na fama ou no poder. Ela sempre existiu dentro de você e sempre será parte de todo ser humano. Na realidade, cada indivíduo é e sempre será iluminado ou liberto; apenas é necessário perceber e cultivar essa iluminação na vida diária. Então, por que não vemos e vivemos assim, se assim somos? Bem, há uma névoa escura sobre o nosso ser liberto, criada pelas ilusões do ego e pelo falso condicionamento do mundo à nossa volta. O nosso ser verdadeiro, infinito e iluminado foi encoberto pelo ego, que nada mais deseja senão nos roubar a perfeição que nascemos para ter. 

Debaixo do manto negro do ego há uma ser luminoso que irradia amor, compaixão e paz por todo o Universo. Essa é a perfeição que existe no nosso coração. Se descobrirmos esse ser, poderemos nos banhar no calor e na tranquilidade da iluminação. Ser iluminado é apenas a capacidade de mergulhar no momento, esse que você está vivendo agora, e entrar em harmonia com a unidade de tudo o que nos cerca. É estar aqui e agora, sem os apegos e as ilusões do ego. É mergulhar no presente, sem viver o passado ou o futuro ilusórios. É começar uma aventura espontânea cheia do significado, do propósito e de pura alegria que já estão presentes na sua alma. Você pode já ter vivido todas essas coisas ao apreciar a beleza milagrosa de um pôr do sol, ao passar um tempo inestimável com seus filhos ou ao fazer algo de que você realmente gosta. Sim, essas coisas são vislumbres da iluminação. São os momentos em que você parou de intelectualizar, reclamar, criticar, julgar e de se separar do mundo. Durante esses momentos, você foi libertado do sofrimento que você mesmo criou e que costuma intensificar, e entrou em comunhão direta com o Universo. Você foi o Universo. O Universo foi você. Os raios de luz banharam de repente o seu ser iludido e lhes permitiram saborear a doçura da libertação. Felizmente, isso tudo está disponível para você permanentemente. Você pode ter a iluminação a qualquer momento. Você é a iluminação, e é iluminado. 

(Texto extraído de Joias Espirituais da Sabedoria Oriental, de Richard A. Singer)

Imagem pesquisada na web, havendo direitos autorais, favor nos avisar para darmos os devidos créditos ou a retirarmos do blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim. Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Anjos do Toque

Toques Iluminados e Amigos